quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Escalada em Niterói - Agulha George Guarischi

Por Leandro do Carmo

Visite também outros pontos:





Mais conhecida simplesmente como Agulha Guarischi, é uma pedra fantástica colada na Face Sudoeste do Alto Mourão, no Parque Estadual da Serra da Tiririca. Dependendo do ângulo de onde a vemos, tem o formato claro do casco e cabeça de uma tartaruga. Escalando a Paredão Zézão, uma parte da Face Sudoeste da Agulha Guarischi e a parte final da Paredão Eldorado, chegamos a um cume fantástico, onde ficamos literalmente montados!!!!! A Agulha Guarischi foi palco da primeira grande conquista de Niterói. Nos primórdios das grandes expedições, foi batizada de Agulha Itacoatiara, mas depois da conquista, homenageando George Guarischi, morto em um acidente nos cabos do CEPI, foi rebatizada com o nome atual.

O acesso se dá pela trilha do Bananal. Há um tempo atrás, marquei a trilha com algumas cordinhas nas árvores, a fim de facilitar o acesso até a base. Fiz também um vídeo com o caminho do Bananal até lá. Segue o link do youtube: http://www.youtube.com/watch?v=VNy6Ocm4Suw

Localização

Exibir mapa ampliado

Face Sudoeste

Nesse setor temos três vias, mas devido ao crescimento da vegetação em alguns pontos e pela disposição das linhas das vias, quando se fala em escalar a Agulha Guarischi, fala-se em escalar um combinado das vias: Paredão Zézão, Sudoeste da Agulha Guarischi e Paredão Eldorado. Já virou uma clássica de Niterói! São seis enfiadas com quase 360 metros de via com um visual fantástico. Na descida, são 11 rapéis que torna a descida também muito cansativa.

Agulha Guarischi - 4º V E2 D2 - 360 metros *
Necessário 10 costuras

Eldorado, Paredão - 2º III E2 D1
Sudoeste da Agulha Guarischi - 3º IV E2 D1
Zézão, Paredão - 4º V E2 D1

* Combinado das três vias acima, o que os escaladores fazem normalmente - Clique na foto para ampliar





Face Norte e Face Leste

Hoje para acessar essas vias, somente rapelando pelo cume.

Via Normal da Agulha Guarischi - A1 - Face Norte (Ver histórico da conquista no final da postagem)

Aresta Leste da Agulha Guarischi - VI E2 D1 50m - Face Leste


Face Sul

Para acessar as vias da Face Sul, deve-se pegar o caminho para a Paredão Zezão e ir contornando o casco pela direita.

Cidade Fantasma - Projeto
Endurance - VIIIb/c
Flying Horse - Projeto
Red Bull - VIIc/VIIIa

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Relato da conquista da Agulha Guarischi


O CEC fazia muitas excursões à Itacoatiara. Nessa época, chegar a Itacoatiara era uma verdadeira guerra, conforme descreveu Cionyra Hollup. A praia era deserta e para chegar a areia, tinha-se que abrir caminho em um imenso matagal. Além disso, como não havia nada lá, era preciso carregar tudo que fosse usado, de comida a material de conquista.

A primeira investida ocorreu em 02 de setembro de 1951. Nesse dia, não foi possível chegar a Agulha, pegaram um mato bastante fechado. O caminho era costeando o Morro do Telégrafo, em direção a antiga trilha de acesso ao Mourão e depois descendo em direção a Agulha.
A segunda investida foi no dia 22 do mesmo mês. Chegaram à base por volta das 17:30 e ali passaram a noite. No dia seguinte, foram colocados os cinco primeiros grampos. Uma semana depois, no dia 29, mais dez grampos e no dia seguinte, somente 3.

No dia 16 de outubro, bateram 3 grampos. E devido ao mau tempo e a um dedo quebrado do Salomith, retornaram até a praia.  Na quinta investida, entre 10 e 11 de abril de 1952, com o mau tempo, foi posto apenas 1 grampo, o mesmo ocorrendo na investida do dia 10/05/1952.

Em maio de 1952, depois de chegarem à base por volta das 11 horas, foram postos 3 grampos, sendo o quarto terminado somente no dia seguinte devido a escuridão. Nesse dia foram batidos mais dois grampos e tiveram que retornar a praia depois da quebra da marreta.

A próxima investida aconteceria somente três anos depois, em 15/05/1955. Todo o material deixado na base estava em péssimas condições e por isso não avançaram na conquista. Retornaram no dia 06/10/56 e o primeiro grampo foi batido por volta das 18 horas e no dia seguinte, mais três. O cume estava bem próximo, mas ainda faltavam dois grampos.

Esses grampos só foram batidos no dia 20 de outubro de 1956. O cume foi atingido as 14:15. Foram feitas 11 investidas e colocados 37 grampos em cinco anos. No início, foi chamada de Agulhinha Itacoatiara, mas querendo homenagear George Guarischi, morto em um acidente nos cabos de aço do CEPI e da qual havia estado em dois dias da conquista, Salomith, sem comunicar, mudou o nome para Agulhinha George Guarischi, muitos não concordaram, mas no fim, para evitar maiores desavenças, todos aceitaram a mudança.

Essa foi a oitava conquista do CEC, sendo a primeira em Niterói, não que não existisse vias o que a escalada não fosse praticada em Niterói (ver artigo da Chaminé C.E.I.), mas essa é onde temos provas de sua localização, relato de conquista e etc.

Participaram da conquista:


Cionyra Ceres Hollupe, Tadeusz Edmund Hollup, Ivan Jose Mares, Fernando Victor Sobrinho, Salomith Smith, Salustiano V. da Silva, Laércio Martins, Patrick David White, Carlos Amorim, Ferdinad Schiedt, Henry Occhioni e Oscar da Silva.

Na foto: Laercio Martins , Tadeusz Hollup e Oscar Jose daSilva. 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Segue algumas fotos:













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui.