sábado, 22 de fevereiro de 2020

Escalada em Niterói - Vale da Serrinha

Por Leandro do Carmo

Conheça também outros setores:



Escalada em Niterói - Vale da Serrinha


Itaipuaçu, vista do Mirante do Carmo
Setor que vem se consolidando no Parque Estadual da Serra da Tiririca. Já são 7 vias e mais 3 projetos em andamento. O acesso a via Bruno Silva é feito ao lado do início da trilha do Mourão, num largo, seguindo uma a trilha não muito definida, mas muito tranquila, leva-se uns 10 minutos no máximo, para chegar a base .







Localização



Vias

Bruno Silva - 2° III E2 D1 175m --------- + CROQUI + RELATO DA CONQUISTA + VÍDEO
Conquistadores: Leandro do Carmo, Ary Carlos, Leonardo Carmo e Alfredo Castinheiras - 2013

Primeira via do setor. O Acesso fica na entrada da trilha do Alto Mourão. O crux está logo na saída, num grande diedro. Há opção de contornar, mas numa queda, pode dar um pêndulo grande. A via termina no Mirante do Carmo.


As vias seguintes tem acesso por trilha, cuja entrada ( 22º 57′ 47.44” S 43º 1’25.66”) fica em frente ao número 329 da Estrada Gilberto de Carvalho (RJ102), conhecida como Estrada da Serrinha, do lado direito de quem sobe a partir de Itaipu, cerca de 250 metros antes do Mirante de Itaipuaçu.

Via Didática - 2° II A0 210m -------- + Croqui
Conquistadores: Eny Hertz, André Costa, Claudney Neves, Karla Paiva, Mariana Abunahmane Beatriz Marques

A base fica exatamente no final da trilha, entre um diedro coberto de de vegetação à esquerda e a canaleta de mato à direita, base de um talvegue ao lado de uma grande árvore. Termina abaixo do Mirante  do Carmo, levemente à direita, olhando de baixo para cima, na altura do penúltimo grampo da via Bruno Silva.Via bem tranquila com com um pequeno artificial em parafusos num lance bem vertical.

Golpe do Cartão 2° III E2 D1 105m -------- + CROQUI + RELATO DA CONQUISTA
Conquistadores: Leandro do Carmo, Leonardo Carmo, Marcelo Sá e Eny Hertz

A base fica cerca de 30 metros à direita da base da via Didática, após a base do talvegue. Termina abaixo de uma pequena mata. Segue à direita do talvegue. A via mais repetida do setor. Segue por caminho bem limpo com lances tranquilos. Excelente para quem está começando a guiar. É necessário fazer rapel pela via ou emendar na Dois Dias de Sol ou na De Olho nas Vizinhas, vindo a terminar no Mirante do Carmo. Todas as paradas e pontos de rapel está duplicadas.

Dois Dias de Sol - 3° IV E1/E2 D1 170m (mais 55 mts do primeiro esticão da via Golpe do Cartão)
Conquistadores: Marcelo Correa, Leandro do Carmo, Luis Augusto Avelar e Marcos Lima (2020)

A via é uma variante da via Golpe do Cartão, iniciando a partir da primeira parada (55 metros) da via
Golpe do Cartão, seguindo para a esquerda e subindo por uma rampa entre o talvegue e o final da via Golpe do Cartão. Termina no alto de uma canaleta que fica à direita e acima do Mirante do Carmo. A linha é bem bonita e segue bem protegida. Tem uma diagonal que fica bastante molhada durante alguns dias após a chuva. Dê pelo menos dois dias de sol para entrar na via. O final passa por alguns degraus e um trecho mais vertical.

Projeto do Alexandre Valadão

Projeto iniciado com apenas um grampo batido bem alto, fica abaixo de um diedro com vegetação a direita da Golpe do Cartão.

Variante Levada da Breca - 3º E1 25m
Conquistadores: Alessandra Neves, Eny Hertz, Karla Paiva e Mariana Pardal

A base fica a cerca de 20 metros da via Golpe do Cartão e termina na primeira parada da via De Olho Nas Vizinhas. Um boa alternativa para fugir do crux da via De Olho nas Vizinhas.

De Olho nas Vizinhas - 3º IVsup E2 D2 250m -------- + CROQUI/RELATO DA CONQUISTA
Conquistadores: Leandro do Carmo e Ary Carlos - 2014

Começa com uma saída forte, onde o crux fica entre o primeiro e segundo grampo. A primeira parada é dupla e fica fora de visão, devido a um veio de pedra na parede. Parando ali, vai diminuir um pouco o arrasto da corda. A partir daí, a via segue numa linha bem óbvia num terceiro grau, vindo um IV bem delicado. Olhando de baixo vê-se muita agarra, mas a maioria não é sólida. A terceira enfiada é um costão, com uns 30 metros caminhando, onde vem uma parte mais lisa e com pequenas agarras, onde se sobe em diagonal para a direita e encontra o último grampo dessa primeira parte. A partir daí, é só seguir até a base da segunda parte da via. Suba até a primeira proteção, partindo numa grande diagonal para a esquerda, abaixo de um grande diedro, por até uma parada dupla. Dali seguir até o Mirante do Carmo.

Variante O Medroso Mais Corajoso - 2º E2 27m
Conquistadores: Marcelo Correa e Leandro do Carmo - 2020

Fica na parada dupla no início da diagonal da última enfiada da via De Olho Nas Vizinhas, abaixo do grande diedro. Um bom lance em horizontal, com cerca de 27 metros que segue uma linha de cristais até a terceira parada da via Dois Dias de Sol.

Projeto Céu Azul (nome provisório)
Conquistadores: Marcelo Correa, Leandro do Carmo e Luis Augusto Avelar

A base fica a cerca de 10 metros à direita da base da via De Olho Nas Vizinhas.

Projeto do Dique (nome provisório)
Conquistadores: Marcelo Correa, Leandro do Carmo e Luis Augusto Avelar A base fica a cerca de 

200 metros à direita da via de Olho Nas Vizinhas. Segue por um por um dique em diagonal e bem vertical.

Projeto da Canaleta (nome provisório)
Conquistadores: Marcelo Correa, Leandro do Carmo e Luis Augusto Avelar 

A base fica a cerca de 210 metros à direita da base da via de Olho Nas Vizinhas e logo após a um outro projeto, em uma clareira ao lado de uma árvore.

Via CNM 15 - 3º IVsup E1/E2 D1 200m
Conquistadores: Leandro do Carmo, Marcelo Correa, Eny Hertz, Luiz Avelar e Ivison Rubim

A base fica cerca de 300 metros à direita da base da via de Olho Nas Vizinhas, quando a pedra volta a perder a inclinação. Para chegar à base, deve seguir a trilha que fica na base da parede. Fica bem fácil de identificar a via. A via segue uma linha bem interessante, sendo o crux logo após a primeira parada. Recomenda-se fazer a primeira parada a 30 metros para reduzir o arrasto. Após o crux, faz-se uma diagonal para a esquerda e volta a subir, seguindo bem tranquilo e com um visual fantástico. Ao final, segue por aproximadamente 100 metros até chegar à Trilha do Alto Mourão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui.