terça-feira, 15 de março de 2016

Guia de Trilhas de Niterói e Maricá: Sexto dia, começando Maricá...

Por Leandro do Carmo

Guia de Trilhas de Niterói e Maricá

Pedra do Silvado e Travessia Silvado x Espraiado

Data: 27/09/2015
Participantes: Leandro do Carmo, Ary Carlos, Alessandra Neves, Paulo Coelho e Luciano Gomes


Depois de quase 2 meses no Parque da Cidade em Niterói, optamos por ir à Maricá para começarmos o mapeamento por lá. Para nossas investidas por lá, convidamos o Luciano Gomes, que conhece bem a região. Para início, optamos pela Pedra do Silvado e de lá faríamos a Travessia Silvado x Espraiado.

Como faríamos também a travessia, não poderíamos ir de carro até o Silvado, então marcamos de nos encontrar na rodoviária de Maricá e de lá seguir de ônibus. Todos chegaram cedo e logo partimos para o Silvado.

De cara subimos o Silvado. O calor estava forte. O verão não dava trégua! Foi uma dura subida que cobrou seu preço. Lá do alto, a vista era fantástica. 360º de pura beleza. Com um tempo bom, daria para ver até o Rio de Janeiro, mas uma névoa atrapalhava um pouco, mas nada que pudesse estragar a cena. Descemos e paramos no bar do Sr. Célio para refrescar e matar a sede.

Dali, seguimos na estradinha de terra para começarmos a travessia. Uma fantástica estrada! Com direito a cruzar o rio diversas vezes, literalmente molhando o pé! Passamos por alguns sítios com belas paisagens. Um local pouco habitado. A estradinha deu lugar uma caminho, atéque se transformou numa trilha com seu leito bem definido. O sol continuava castigando. A nossa sorte é que tem muita água pelo caminho e podíamos nos refrescar a todo momento.

Em um ponto da subida, encontramos uma pequena cachoeira. Pequena no tamanho, porém grande no quesito refrescar! Paramos durante algum tempo para um banho e aproveitamos para lanchar. Dali seguimos caminho até que chegamos a cumeeira da Serra da Chuva. Para concluir a travessia, optamos pelo caminho mais longo... Afinal de contas, estávamos ali para que?

Seguimos por um belo caminho até que chegamos ao trecho da Travessia Espraiado x Tomascar. Daí foi pegar o caminho de volta, até que chegamos à Cachoeira da Represa do Espraiado. Onde demos um belo mergulho para refrescar. Mas faltavam alguns quilômetros até o ponto de ônibus. Seguimos andando e ainda tivemos que esperar o ônibus, que são poucos por dia, para podermos retornar até a rodoviária.

Fazer essa travessia, depois de ter feito a Pedra do Silvado e ainda com o calor que estava fazendo... Acho que não foi uma boa ideia... Na verdade foi uma boa ideia sim!!!!! Vamos andar!!!!!!


Espraiado nos espera!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui.