terça-feira, 24 de novembro de 2015

Missão: Pedal Itaipu x Saquarema RJ

Por Leonardo Carmo

Participantes: Marcos Lima e Leonardo Carmo.

Data: 19/11/2015

Tempo do pedal Itaipu x Saquarema: 5 horas e 52 Min

Distância total da missão 100,9 km (Itaipu x Saquarema) (Saquarema x Bacaxá) (Várzea das Moças x Itaipu)

Então foi assim...

- Fala Velhinho, beleza? Fala PitBull... beleza...
- Partiu pra missão Itaipu x Saquarema pedalando? (pausa de 5 segundos rsrs) Partiu...
- Aqui “cumpadi”, não tem arrego.

Cheguei na casa do Marcos as 6:40 da manhã da quinta-feira (19/11/2015). As 7hs partimos rumo à expedição. Pedalar 100,9 KM não seria fácil ainda mais debaixo de um sol gostoso rsr.

No início, sem sol, resolvemos sentar a porrada, mas poupando energia. É meio contraditório, mas foi isso mesmo rsrs.

Fizemos a primeira parada para uma “hidratação” entre Barra de Maricá e Maricá. Bebemos uma deliciosa cerveja rsrs. Esticamos um pouco o corpo e porrada no pedal. Toma-lhe pedalada.


Até sair de Maricá e pegar Ponta Negra, foi o pior trecho. Estava tudo em obras. Calor, poeira, obras, trânsito, foi brabo... A gente só queria sair dali o mais rápido possível. Tivemos que fazer outra parada rápida no meio desse trajeto para comprar mais água.  Nessa hora o couro já estava comendo. 

O sol já tinha dado as caras...

Depois de um tempinho, chegamos até o canal de Ponta Negra. Paramos para dar uma hidratada e comer alguma coisa. Como o sol estava sapecando, decidimos que iríamos apenas até Jaconé e voltaríamos pedalando. E tocamos em frente...

Chegando em Jaconé, pegamos um trecho brabo de estrada de terra com pedra britada. Coisa horrível. As bicicletas quicavam e ali eu pensei que daria zebra em algum pneu. A Minha bicicleta parecia que ia desmontar. Eu olhava pro Marcos e só via o cara pulando rsrs. Cada um ia buscando uma linha melhor pra pedalar.

E assim foi... Jaconé foi passando e quando vimos já tinha ido rsrs. Não dava mais pra voltar.

Era continuar ou morrer na praia rsrs.

A gente só pensava na cerveja e no peixe frito rsrs.

Mais na frente, a estrada estava asfaltada. Foi um alívio. Passamos pelo Centro de treinamento de Volei e logo avistamos a Igreja no alto do morro. Fizemos uma outra rápida parada para beber uma água e comer alguma coisa.

Dali pra frente o pedal cantou... aceleramos de vez e fomos com tudo. Faltava pouco.

Bons minutos depois, chegamos ao destino.


Tiramos algumas fotos e fomos procurar um local pra beber a merecida cerveja e comer o tão esperado peixe rsrs.

Durante  a degustação, ainda cogitamos a possibilidade de voltarmos pedalando, mas o bom senso prevaleceu e voltamos de ônibus rsrs.


Só que o perrengue não tinha acabado... Se tudo fosse fácil, pra gente não teria graça.

Partimos então pra mini rodoviária comprar as passagens. Chegando lá, o cara disse que o ônibus tinha acabado de sair e que o próximo só seria 1:30 h depois. Porra, não dava pra esperar tanto assim.

Soubemos que de Bacaxá saia ônibus de 15 e 15 minutos. Um olha pro outro e sem falar nada, pegamos as bicicletas e partimos pra lá. Um sol do cacete. Subia um bafo do asfalto que estava assando os miolos e ainda tínhamos que vencer a tal subida do Morro da Cruz.

Depois de mais uns sofridos km chegamos e conseguimos comprar as passagens. Colocamos as bicicletas no bagageiro e voltamos no conforto.

Só que a missão não tinha acabado... faltava chegar em Itaipu. Descemos em Várzea das Moças e pedalamos mais outros tantos km até em casa. Lá, não deu outra... fechamos com uma boa e gelada cerveja.







PitBull Aventura!!!

2 comentários:

Comente aqui.