segunda-feira, 31 de março de 2014

Escalada em Niterói - Esportivas do Bairro Peixoto

Por Leandro do Carmo

Visite também outros pontos:

Morro do Tucum (Costão de Itacoatiara)
Alto Mourão (Pedra do Elefante)
Agulha Guarischi
Morro do Telégrafo
Enseada do Bananal
Esportivas do Bairro Peixoto
Córrego dos Colibris, Morro do Ubá VI e Mirante do Carmo
Morro das Andorinhas
Morro do Cantagalo
Morro do Morcego
Locais Diversos



Neste setor que é acessado pelo Bairro Peixoto, possui duas falésias: A Falésia do Peixoto e a do Mau Caminho. A Falésia do Peixoto é considerada por muitos, o melhor ponto de esportivas da cidade. A Falésia do Mau Caminho, foi aberta recentemente, possui a mesma trilha de acesso à Falésia do Peixoto. O início da trilha se dá na rua Scylla Souza Ribeiro, próximo ao número 545 (link para o google maps). Tem como referência um orelhão, próximo a entrada da trilha. A trilha é bem óbvia e vai seguido sempre a direita. Em um determinado ponto, após cruzar um grande caminho de água de chuva, verá uma pedra. Seguindo a esquerda, chegará na Falésia do Mau Caminho, seguindo à direita, chegará na Falésia do Peixoto.


Localização

Exibir mapa ampliado


Croqui Falésia do Peixoto

Vias

Abstinência da Conquista - Xb
Catranco - VIsup
Combustão Espontânea - VIIIc
Dos Outros - projeto
Favela dos Marimbondos - VIIIb
Faz-me Rir - VIIIc
Fenda Bougainville - Vsup E3
Fenda para o Platô - VIIa
Garrão - VIIb
Garrete - VIIIa
Que Miséria é Essa - VIIb/c
Semente - VIIb/c
Semente na Favela - VIIb
Suando Frio - VIsup
Zazú Treme-Treme - VIsup


Falésia do Mau Caminho


Segue o texto preparado pelo Luiz Andrade para o Botetim do CNM de Setembro de 2013 sobre o Mau Caminho:

Esse ano a prática da escalada esportiva em Niterói ficou ainda mais fortalecida e diversificada. O conhecido setor esportivo no Bairro Peixoto que concentra as vias esportivas mais frequentadas da região cresceu com a abertura de um novo setor batizado pela comunidade de Mau Caminho.

Utilizando a mesma trilha de acesso em direção as vias esportivas do Peixotão (apelido carinhoso), o acesso ao novo setor está localizado no meio dessa trilha. Para chegar lá é simples :logo após a primeira descida da trilha,  cruzar a drenagem natural de pedras subindo a esquerda (antes ainda do pequeno bananal) por poucos metros antes de acessar o Mau Caminho.

Esse setor já era conhecido por alguns escaladores quando as primeiras vias do Peixotão foram abertas mas acabou sendo ´deixado de lado´ pois não aparentavam ser o filet mignon das esportivas do local... Somente no inicio de Junho/13 a comunidade voltou a visitar o Mau Caminho percebendo o potencial de muitas vias interessantes... seguindo as recomendações para aberturas de novas vias dentro do PESET e as regras de mínimo impacto, as primeiras vias começaram a ser abertas.

Tivemos muito trabalho pra preparar o local pensando não somente nas conquistas mas também nas futuras repetições... o setor precisou de alguns ajustes : a pequena trilha de acesso, retirada de troncos caídos e blocos duvidosos da própria falésia, etc. Foi muita ralação ! Nascia assim o setor Mau Caminho. 

A primeira via aberta foi a Via Zero 5 E2/E3 conquistada por Alexandre Langer e Luiz Andrade realizada toda em móvel. A partir dela surgiu um dos clássicos do setor O Crime 5+ aberta pelos mesmos conquistadores e também Rafael Arend.

Logo a noticia se espalhou entre a comunidade de conquistadores e escaladores locais e recebeu uma série de conquistas, primeiras ascensões e muitas cadenas. Daniel Olho, Fabio Gollum, Luna Pombo, Russel Siqueira, Guga Macedo entre outros são alguns dos que contribuíram para a abertura desse setor.

A mobilização dos escaladores foi muito bonita ! Dividimos custos e revezamos responsabilidades. As vias começaram a surgir uma após a outra. Depois de pouco mais de 1 mês de trabalho, o setor já apresentava mais 11 vias esportivas conquistadas em sua maioria com chapeletas e grampos inox.
O mais interessante do Mau Caminho é que uma boa parte das vias esta abaixo do 6 grau possibilitando aos novos escaladores a possibilidade de guiar linhas esportivas ´fáceis´ - o que faltava em Niterói. Além de O Crime 5+, destacam-se no setor :Invasores 5+, Evidências Ocultas 5+ e Penetras 7a.

As vias mais difíceis foram as ultimas a serem conquistadas pois estão localizadas na parte mais negativa da falésia onde algumas agarras receberam o reforço da famosa Sikadur para garantir integridade e longevidade das vias. Trombadinhas 7b/c, Mau Elemento 8a/b e Habeas Corpus ?são alguns exemplos estando essa ultima aguardando ainda sua primeira cadena ( um possível nono grau ). Ainda é possível escalar algumas variantes conectando vias como a Var. Mau Trombadinha 7c, a Var. Intrusos 7b e outras que surgem da criatividade dos que frequentam o local.

Parabens a todos os que ajudaram direta e indiretamente o desenvolvimento do Mau Caminho que aguarda a visita de escaladores em busca de vias novas para on-sight, flash e até mesmo os raros firstascents em Niterói.

Saudações montanhistas,

Luiz Andrade

lcnandrade@hotmail.com

Croqui Falésia do Mal Caminho
Seguem algumas fotos:

Início da Trilha

A esquerda dessa pedra: Falésia do Mau Caminho
A direita: Falésia do Peixoto
Na Falésia do Mau Caminho
Falésia do Mau Caminho

quinta-feira, 27 de março de 2014

Abertura da Temporada de Montanhismo - URCA RJ

Por Leandro do Carmo


Já está tudo certo! Dia 26 e 27 de abril teremos o mais tradicional evento de montanhismo do Brasil:  a Abertura da Temporada de Montanhismo RJ. Abaixo a programação do evento.

Fonte: www.femerj.org

PROGRAMAÇÃO ATM 2014
Local: Praça General Tibúrcio, Praia Vermelha, Urca


Sábado, 26 de abril – Montanhismo Social

A partir das 06:00 – Escalar!
08:00 – Workshops de Segurança com a AGUIPERJ
* Em breve estarão abertas as inscrições antecipadas, no site da FEMERJ.

Workshops a confirmar.
A partir das 09:00 – Oficinas do Montanhismo Social
09:00 - 18:00 – Festival da Montanha - Exposição dos stands da FEMERJ, Lojistas, Patrocinadores e Parceiros
Filiação à FEMERJ
Arrecadação de alimentos no stand da FEMERJ
Stand Cultural com produtos da montanha no stand da FEMERJ
10:00 - 17:00 - Desafio ATM de Boulder
18:30 – Palestra
Bernardo Biê e Silvio Neto - Escaladas, Viagens e Filmagem da Série Montanhistas
19:30 -21:30 - Cine Montanha na Praça
Filme: Geração Lendária, de Seblen Mantovani
Filme: Der zerfallene Berg – Die Petit Dru-Nordwand – A montanha dilapidada - A Face Norte do Petit Dru, de Gerald Samina



Domingo, 27 de abril – Festival da Montanha

A partir das 06:00 – Escalar!
09:00 - 18:00 – Festival da Montanha - Exposição dos stands da FEMERJ, Clubes, Lojistas, Patrocinadores e Parceiros
Filiação à FEMERJ
Arrecadação de alimentos no stand da FEMERJ até às 16:00
Stand Cultural com produtos da montanha no stand da FEMERJ
11:00 – Demonstração de Resgate pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, 1o GSFMA.
15:30 – Foto oficial dos presidentes das entidades que compõe a FEMERJ.
Oficinas de Segurança – (R$5,00 para Federados e R$20,00 para não federados)
Inscrições no stand da FEMERJ até às 12:00 do dia 27/04.
Temas à confirmar
10:00-17:00 - Desafio ATM de Boulder
17:00 - Sorteio de brindes
Para ganhar um cupom, doe 1kg de alimento não perecível na barraca da FEMERJ ou se filie à FEMERJ durante a ATM, até às 16:00 do dia 28/4.

18:00 - Encerramento

segunda-feira, 24 de março de 2014

Escalada em Niterói - Morro do Telégrafo

Por Leandro do Carmo

Visite também outros pontos:

Morro do Tucum (Costão de Itacoatiara)
Alto Mourão (Pedra do Elefante)
Agulha Guarischi
Morro do Telégrafo
Enseada do Bananal
Esportivas do Bairro Peixoto
Córrego dos Colibris, Morro do Ubá VI e Mirante do Carmo
Morro das Andorinhas
Morro do Cantagalo
Morro do Morcego
Locais Diversos


De quem olha da praia de Itacoatiara, à esquerda do Costão, vê o Morro do Telégrafo. Talvez uma das vias mais acessadas seja a Emil Mesquista, a única do setor sudeste. Possui no setor sul, vias bem técnicas como a Festa na Floresta - 5º VIIIc A2+ E3 D4, porém o acesso está comprometido, com o fechamento da trilha até o Mourão. Possui também excelentes esportivas na Falésia do Telégrafo. As vias não fazem cume, sendo necessário o rapel. O acesso se dá pela subsede do parque em Itacoatiara.

Localização

Exibir mapa ampliado


Face Sul


O acesso a Face Sul está prejudicado pelo fechamento da trilha que ligava Itacoatiara ao Mourão, devido à forte erosão. Porém algumas vias ainda estão com fácil acesso e com alguma frequência, como a Fissura dos Gaviões. Para chegar a base dessas vias, seguir pela trilha que começa atrás da placa com o aviso de interdição da ligação entre Itacoatiara e Mourão, no local conhecido como Marco Zero.

Vias

Desapego - 7º VIIIa E2 D1
Fenda Anal - 4ºVIsup E2 D1
Festa na Floresta (270m) - 5º VIIIc A2+ E3 D4 ------- + CROQUI
Fissura dos Gaviões - V E2
Quinto em Pé - V E1
Via dos Buracos - 7º VIIb E2 D1
Três Vidas e Uma Alma Perdida - 6sup VIIb E2 D2 ------ + CROQUI

Linha de algumas vias dessa face (Fonte: www.companhiadaescalada.com.br)

1 - Emil Mesquita / 2 - Fissura dos Gaviões / 3 - Projeto / 4 - Três Vidas e Uma Alma Perdida / 5 - Via dos Buracos / 6 - Desapego / 7 - Festa na Floresta


Face Sudoeste

Para acessar a Face Sudoeste, pegar a trilha principal que leva ao Bananal e ao Costão. No largo, onde há uns bancos, local conhecido como Marco Zero, seguir a trilha que tem atrás da placa de interdição da trilha Itacoatiara X Mourão e ir até a parede, onde existe uma árvore que está encostada na pedra. Dura no máximo 5 minutos. Após a base da Emil Mesquista, existe um grampo que não foi encontrada informações.

Vias

Emil Mesquita, Paredão - 3º V E2 D2 -----+Relato/Fotos

Falésia do Telégrafo - Esportivas

Vias esportivas fortes e com belas linhas. O acesso começa na altura do NUPIF, após a subsede do parque em Itacoatiara.

Croquis das vias (Fonte: http://olhodepedra.blogspot.com.br/)

Mais sobre a Falésia do Telégrafo: http://olhodepedra.blogspot.com.br/2009/07/um-pouco-sobre-historia-da-falesia-do.html

Vias

Código Morse - Projeto
Correndo pro Samba - VIIa E2
Exposição de Arte - VIIIc
Gastação - VIIb
Maria Fumaça - VIIc/VIIIa
Órbita Lunar - VIIIb
S.O.S - Projeto
Sambaquí - Projeto
Tatuagem de Guerra - VIIc/VIIIa
Desocupa a Moita - VIIIa
Arrebenta Cavalo - VIIIa

Fotos:


Marcos e Leonardo no excelente platô da segunda parada da Emil Mesquita

Costão visto da Emil Mesquita

Visual da Praia de Itacoatiara, visto da Emil Mesquita

Rapelando na Emil Mesquita

Primeira Parada da Emil Mesquista

Primeira Enfiada da Emil Mesquita

Na base da Emil Mesquita

sábado, 22 de março de 2014

Novo Guia de Escaladas de Itacoatiara!!!

Por Leandro do Carmo

Fonte: www.companhiadaescalada.com.br


Não é mais surpresa, esta é a capa do Guia de Escaladas de Itacoatiara!

Lançamento em breve, dia 27 de abril, na Abertura da Temporada de Montanhismo, na Urca.
Uma seleção das melhores vias deste paraíso com novos croquis, fotos e mapas. Abrange o Alto Mourão, ou Pedra do Elefante, Agulha Guarischi, Morro do Telégrafo, Tucum, Colibris, Falésia do Peixoto, a pracinha dos boulders e mais.




segunda-feira, 17 de março de 2014

Escalada em Niterói - Enseada do Bananal

Por Leandro do Carmo

Visite também outros pontos:

Morro do Tucum (Costão de Itacoatiara)
Alto Mourão (Pedra do Elefante)
Agulha Guarischi
Morro do Telégrafo
Enseada do Bananal
Esportivas do Bairro Peixoto
Córrego dos Colibris, Morro do Ubá VI e Mirante do Carmo
Morro das Andorinhas
Morro do Cantagalo
Morro do Morcego
Locais Diversos


No Bananal está localizado o Campo Escola Helmut Heske, com vias fortes e algumas bem clássicas como a Aresta Trol Pai Trol Filho e a Bromibondo. Excelente para treinos em top ropes, pois possui vários grampos pelo bloco principal. No setor do bananal existem vias de terceiro ao décimo grau, várias opções para diversos estilos! Os outros setores estão na trilha de acesso ao Bananal, sempre à esquerda de quem desce.



ATENÇÃO: MUITOS GRAMPOS DO CAMPO ESCOLA ESTÃO EM PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO, DEVIDO A GRANDE INFLUÊNCIA DA MARESIA. TEMOS TAMBÉM ALGUNS GRAMPOS DE INOX, QUE PELOS INCIDENTES OCORRIDOS RECENTEMENTE, DEVEM SER EVITADOS. ANTES DE ESCALAR NO LOCAL, AVALIE BEM AS CONDIÇÕES E OS RISCOS ENVOLVIDOS!

Localização

Exibir mapa ampliado

Campo Escola Helmut Heske


O Campo Escola Helmuth Heske fica nos blocos da Enseada do Bananal, abaixo da Agulha Guarischi. Antônio Paulo Faria e Ronaldo Paes abriram o campo escola como parte do requisito para se formarem pela Escola de Guia Escalador do CERJ. Isso foi feito em 1983. Vários anos depois, o Ralf e o Ricardo Linhares começaram a equipar as vias esportivas, tendo um pouco de ajuda do próprio Antonio Paulo Faria, mas foi o Ralf quem realmente fez o trabalho. Para chegar ao Campo Escola Helmut Heske, deve-se pegar a trilha que começa na subsede do Parque em Itacoatiara. Seguir subindo e no largo, também conhecido como Marco Zero, começar a descer. Demora uns 20 a 30 minutos, dependendo do ritmo. É fácil identificar o CE Helmut Heske, pois quando se chega no local se vê placa dando as informações. A foto ao lado, é a visão de quando você chega no Bananal. Essa é a foto do bloco principal.

Seguem alguns links com os relatos, imagens e vídeos do local:

http://pitbullaventura.blogspot.com.br/2012/11/escalada-no-bananal-itacoatiara.html
http://pitbullaventura.blogspot.com.br/2012/06/escalada-no-bananal-itacoatiara-parque.html
http://pitbullaventura.blogspot.com.br/2012/02/vias-do-bananal-itacoatiara-niteroi.html



A Isca - VIIc E6
Aprendizado em Móvel - V E4/E5
ArestaTrol Pai, Trol Filho - VIsup E2
Arestix - VIIa
Banana Split - projeto
Bananada - IV
Barco Pornô - VIsup E5
Bromibondo - Vsup E5/E6
Buraco Negro - VIIb E6
Chaminézinha - II
Elfos - VIIIb E7
Garralix - Vsup
Idéiafix - V
Kriptonite - VIIIb E6/E7
Laquinha - IIIsup
Mr. Magoo - IXb
Mulheres Exóticas - VIIIb E6/E7
Ogro - Projeto
Piratas - VI
Rasura - VIsup E5
Tranquilinha - IIIsup E3/E4
Votã - VIIIb

Setor da Triste

Bloco Metamorfose

Este setor é identificado por pedra em forma de teto, bem ao lado da trilha, o primeiro setor de quem desce em direção ao Bananal.

Metamorfose - VIIIb E1


Bloco da To Bote

É o maior bloco dos setores que ficam na trilha. Fica após o setor Metamorfose e ao lado do Bloco da Triste. Possui uma via em artificial não identificada.

Artifical A1
To Bote or Not Subir - Xa/b E1
















Bloco da Triste



Fica ao lado do bloco da To Bote. São vias fortes e muito técnicas.

Clitóris - VIIIb E2
Triste Clitóris - IXa

Triste Consuelo - VIIIc E2

















Bloco da Aresta Encantada

Aresta Encantada - VIIb
Top Rope - V

Setor Ocidente

Este setor fica após o Campo Escola Helmut Heske. Por estar muito próximo ao mar, os grampo estão em estado avançado de corrosão.

Radiação Solar - VIIa E1
Se a Onda Me Levasse - IVsup


Seguem algumas fotos:

Escaladora no Bloco Principal

Guilherme entrando na Bromibondo

Paulo Guerra na Bromibondo

Galera no Bananal

Bloco Principal visto da base da via Alan Marra

Guilherme escalando

segunda-feira, 10 de março de 2014

Escalada em Niterói - Alto Mourão (Pedra do Elefante)


O Alto Mourão, também conhecido por Pedra do Elefante, pois para quem olha de Itaipuaçú, se vê perfeitamente a cabeça de um elefante. É o ponto mais alto Parque Estadual da Serra da Tiririca e da cidade de Niterói, com 412 metros e por consequência, abriga as mais longas vias da cidade. Está localizado dentro do Parque Estadual da Serra da Tiririca. Seu cume pode ser acessado por trilha, que começa no mirante da serrinha, localizado na estrada que dá acesso à Itaipuaçú.

Possui vias com diversas graduações e graus de exposição, sendo as mais frequentadas as da face sudoeste, sendo elas: Face Sudoeste do Alto Mourão - 4º V E3 D3 550 metros e Paredão Osvaldo Pereira - 4º VIsup (A1/VI) E1 D3. Se for entrar nas vias da face sudoeste durante o verão, recomenda-se pedir autorização para entrar antes da abertura do parque, pois o sol castiga por volta das 10:30 - 11:00 da manhã e segue até o final do dia. Lembrando, também que para descer, são uns 30 - 40 minutos de trilha até o mirante da Serrinha de Itaipuaçú. Não existe água na trilha. Por isso calcule bem o seu consumo! Da última vez que fui, deixamos um carro lá no Mirante da Serrinha e seguimos no outro para a subsede do parque.

Localização
Exibir mapa ampliado

Face Sudoeste

É a face mais frequentada da montanha. O acesso é feito pela portaria do parque em Itacoatiara. O parque abre as 8:00 da manhã, mas pode-se pedir autorização para entrar antes. Para acessar a base das vias, deve-se pegar a trilha até o Bananal. Chegando no Campo Escola Helmut Heske, contorná-lo até o ponto de onde se acesso o cume e virar à esquerda. O caminho não é muito simples, não há trilha bem definida, pessoas que não conhecem o local, demoram um pouco até encontrar as bases das vias. O interessante para quem nunca foi, é um dia ir lá só para fazer o reconhecimento do local, a fim de não comprometer o horário da escalada.

Linhas aproximadas das vias
Seguem abaixo as vias desse setor com os relatos, fotos, vídeos e croquis

Sudoeste do Alto Mourão - 4º V E3 D3 550 metros ----+ Relato/Fotos - Vídeo-HD - Croqui
Osvaldo Pereira, Paredão - 4º VIsup (A1/VI) E1D3 - 500 metros ----+ Relato/Fotos/Vídeo - Conquista
Seleção Natural - 4° IVsup E3/E4 D2 - 240 metros - Croqui
ATC - Air Traffic Control - 3º IV E5 D2 - 360 metros - Croqui
Pode Vir Mas Não Cai Não - 3º IVsup E4 D2
CEG 30 - 4º Vsup E3 D3 - 380 metros
À Luz do Entardecer - 5º V E3 D3*
Achado Não é Roubado, Quem Perdeu Foi Relaxado - 6º VIsup A1 E3 D4*
O Medo é Maior do Que o Perigo - Projeto

* Essas vias tem uma história curiosa. A via À Luz do Entardecer teve apenas uma repetição, pelo menos é o que se tem notícia. O Ralf Côrtes e o Ricardo Linhares entraram nela utilizando a primeira enfiada em móvel (precário) em direção à chaminé e atravessando-a em A1, no final daquela imensa chaminé. A partir daí eles foram tomando outro rumo e encontrando alguns poucos grampos muito podres e às vezes tomando outro rumo conquistando e lá pra cima reencontraram algumas chapeletas pedres, fizeram parada em parafusos, etc... Ficaram cerca de 28h na parede e deram o nome da rota de Achado Não é Roubado quem Perdeu Foi Relaxado 6ºVIsup A1 E3 D4, possuindo 15 enfiadas.


Face Sul

Possui uma via que percorre toda uma aresta que até abaixo do cume. Não se tem notícia de repetição há muito tempo. O acesso a via está prejudicado devido a um condomínio em Itaipuaçú. Não se tem notícia do estado das proteções.





Vias

Paredão Atlântico - 1º II D2
Variante Romeu Moreira - 2º IIsup E2/E3 D1


Face Nordeste

Face voltada para Itaipuaçú. Com exceção da Nove Vidas Uma Via, que deve ser acessada pela trilha do Mourão, logo antes de chegar ao trepa pedra que leva ao cume, as outras vias estão com acesso restrito devido a um condomínio. Já está sendo negociada uma alternativa para o acesso.




Vias

Paredão Armindo Martins - 5º Vsup A1 E2 D3
Nove Vidas, Uma Via - 3º IVsup E3 D1
Um Elefante Quente Incomoda Muita Gente - 5º VI A2+ E4 D5

- Existem mais três projetos nessa face

Seguem algumas fotos:



Escalando a Osvaldo Pereira

Foto tirada por Alfredo Castinheiras

Escalando a Face Sudoeste do Alto Mourão


Mourão, Foto tirada por Alfredo Castinheiras do cume da Pedra de Itaocaia