quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Escalada - Via Lindaurea Pereira / Babilônia - Urca

Via Lindaurea Pereira 3º IV E2 D1 150 metros
Babilônia - Urca

Data: 23/10/2011
Participantes: Leandro do Carmo,  Guilherme Belém, Suzana, Valdimir, Sando, Bruno, Aleandra e Júlia


Hoje estava cheio. Conheci uma galera nova: Valdimir, Sandro, Bruno, Alessandra e mais um que não lembro o nome. Com mais Suzana, Júlia e Guilherme, éramos 9.

Nos encontramos na Praça central da Urca e discutimos qual via faríamos. Fechamos a Lindaurea Pereira e o Diedro Phoenix. Partimos para nossa caminhada.

Depois de uns 15 minutos de trilha, chegamos a base da Lindaurea, onde paramos para a foto do grupo. Máquina posicionada e pronto!!!!! Dividimos o grupo em  dois: o Bruno, Suzana, Júlia e Alessandra foram para o Diedro Phoenix; e eu, Guilherme, Valdimir, Sandro  e ????? ficamos na Laurinda Pereira.

Nos preparamos enquanto dividíamos as cordadas. Eu guiaria o Valdimir, enquanto o Guilherme, guiaria o Sandro e o ???????. Hoje seria a estréia de algumas costuras, mosquetões e o ATC Guide que comprei recentemente.

Equipamento conferido, todo mundo pronto. Escalando !!!!!!!

Até chegar ao primeiro grampo tem uma subidinha que precisa de cuidado. Já na primeira enfiada, o lance mais difícil da via, mas nada de grande dificuldade, acho que um IV. Vencendo essa, foram mais três costuras até a primeira parada. Montei a parada e o Valdimir iniciou sua subida. Não demorou muito e ele já estava lá. Com o ATC Guide é muito mais fácil dar segurança ao participante!!!! Me preparei para a segunda enfiada, enquanto o Guilherme começava sua subida.

Cheguei a terceira parada, poderia ter ido um pouco mais, porém, a outra parada dupla estava escondida no meio da vegetação e só a achei, quando passei por ela, já na terceira enfiada. A última enfiada da primeira parte foi pequena, fiz a parada numa árvore.

Descansamos até a chegada da cordada do Guilherme, como eles estavam em três, demoraram um pouco mais até chegar onde estávamos. Subi a pequena trilha para conferir a próxima parte da via. Foram mais duas enfiadas até o cume. A vista lá de cima é maravilhosa. Acho que a vista de todas as vias Morro da Babilônia são bonitas.

Chegando ao cume, uma pausa para as fotos e iniciamos os preparativos para o rapel. Ao todo, foram cinco rapeis até a base da via.

Quando chegamos lá em baixo, encontramos Suzana e Júlia que nos esperavam. Já marcamos a próxima lá em Itacoatiara, no próximo final de semana. Elas foram embora junto com o Valdimir e eu fiquei esperando o Guilherme.

Passados uns vinte minutos, avistei o Guilherme no rapel. Essa escalada foi nota 10, minha primeira via, relativamente longa. Não vejo a hora de chegar a próxima!!!!!!!

Para ver todas as fotos clique aqui.





2 comentários:

Comente aqui.